Tarifas de Acesso e Ciclos Horários

Projetos-piloto de Aperfeiçoamento da Estrutura Tarifária e de Introdução de Tarifas Dinâmicas no Acesso às Redes

O Sistema Elétrico Nacional tem sofrido mudanças profundas nos últimos anos. A crescente influência da produção a partir de energias renováveis, de caráter mais intermitente e menos previsível, aumenta a complexidade na gestão das redes elétricas. É neste contexto que se considera importante introduzir aperfeiçoamentos na estrutura tarifária e na localização dos períodos horários que têm vigorado nos últimos anos.

A ERSE - Entidade Reguladora do Setor Energético decidiu promover a realização de dois projetos-piloto destinados a avaliar o impacto da introdução de alterações à atual estrutura das tarifas de acesso às redes e de uma nova tarifa dinâmica, tendo incumbido a EDP Distribuição da operacionalização dos mesmos. Dando cumprimento à Diretiva nº 2/2018 da ERSE, a EDP Distribuição irá implementar os projetos-piloto a partir de 1 de junho de 2018.

Este Guia [PDF] pretende divulgar, de modo resumido e simplificado, informação sobre os projetos piloto e contribuir para que todos os interessados disponham da informação mínima necessária para poderem decidir sobre o seu interesse em participar nos projetos piloto. O presente documento foi elaborado nos termos estabelecidos na Diretiva n.º 2/2018 da ERSE em articulação com os comercializadores de energia elétrica e tem como principais destinatários as seguintes entidades: associações de consumidores empresarias, clientes em MAT, AT e MT e comercializadores de energia elétrica.

Ciclos Horários

Consulte os ciclos horários no seguinte documento: Ciclos Horários [PDF]

Tarifas de Acesso às Redes

As tarifas de Acesso às Redes são pagas por todos os consumidores pelo uso das redes (transporte e distribuição) e pelo uso global do sistema (gestão técnica do sistema, regulação e custos de política energética, ambiental e de interesse económico geral). As Tarifas de Acesso às Redes a aplicar pelo operador da rede de distribuição em Média Tensão (MT) e Alta Tensão (AT) e pelos operadores das redes de distribuição em Baixa Tensão (BT) às entregas a clientes, resultantes da adição das tarifas de Uso Global do Sistema, Uso da Rede de Transporte e Uso da Rede de Distribuição são as seguintes: Tarifas de Acesso às Redes [PDF]