Porquê o hidrogénio verde?

Conheça as principais vantagens desta energia

Porque necessita do
Hidrogénio Verde?

  • É a chave para a descarbonização de aplicações que são difíceis de eletrificar.
  • As projeções indicam aumento dos direitos de emissão de CO2
armazenamento

Porquê com a Iberdrola?

  • Fornecemos Hidrogénio Verde obtido por eletrólise, com garantia total de abastecimento, por meio de eletrolisadores e eletricidade renovável.
  • Analisamos o seu caso e projetamos uma solução abrangente à medida para todos os tipos de projetos (industrial, térmico e mobilidade).
  • Estamos presentes em toda a cadeia de valor, desde a geração de energia renovável até a operação e manutenção de sua instalação, passando pelo desenvolvimento tecnológico e de engenharia.
  • Ampla experiência em solicitação de fundos, apoios e subsídios para o desenvolvimento de seu projeto.
  • Garantia como líder mundial em energia renovável.

Impacto do hidrogénio verde

O hidrogénio como combustível é uma realidade em países como Estados Unidos, Rússia, China, França ou Alemanha. Outros como o Japão inclusive vão mais além, pretendendo ser uma economia de hidrogénio. Este vector energético terá um impacto no futuro como:

Gerador de eletricidade e água potável
A obtenção destes dois elementos é possível com a reação do hidrogénio e oxigênio em uma pilha de combustível. Este processo tem sido muito útil em missões espaciais, por exemplo, ao fornecer às tripulações água e eletricidade de forma sustentável.

Armazenamento de energia
Os tanques de hidrogénio comprimido são capazes de armazenar energia durante longos períodos de tempo e, além disso, são mais simples de manipular que as baterias de lítio porque são mais leves.

Transporte e mobilidade
A grande versatilidade do hidrogénio permite seu uso em nichos de consumo que são muito difíceis de descarbonizar como: transporte pesado, aviação ou transporte marítimo. Há diferentes projetos neste sentido, como Hycarus e Cryoplane – promovidos pela União Europeia (UE) –, que planejam introduzi-lo em aviões de passageiros.

Vector energético para uso industrial
Proporciona diferentes opções de uso em necessidades energéticas elevadas ou como feed-stock em vários sectores industriais.

recarregar

Tem dúvidas?

Aqui encontra as resposta a algunas das dúvidas mais frequentes.

É uma tecnologia que se baseia na geração de hidrogénio, um combustível universal, leve e altamente reativo, através de um processo químico conhecido como eletrólise. Esse método usa corrente elétrica para separar o hidrogénio do oxigénio da água, de modo a que, se essa eletricidade for obtida de fontes renováveis, produziremos energia sem emitir dióxido de carbono para a atmosfera.

Esta forma de obtenção do hidrogénio verde, aponta a Agência Internacional da Energia(AIE), economizaria os 830 milhões de toneladas de CO2 por ano que se originam quando esse gás é produzido a partir de combustíveis fósseis. Da mesma forma, substituir todo o hidrogénio cinzento do mundo significaria um adicional de 3.000 TWh de energias renováveis por ano - semelhante à atual procura de eletricidade na Europa. No entanto, existem algumas dúvidas sobre a viabilidade do hidrogénio verde devido ao seu alto custo de produção; dúvidas razoáveis que se vão se dissipando à medida que a descarbonização do planeta avança e, consequentemente, a geração de energias renováveis se torna mais barata.

A obtenção de hidrogénio verde por eletrólise a partir de energia renovável consiste na decomposição de moléculas de água (H2O) em oxigénio (O2) e hidrogénio (H2).

  1. A água usada para eletrólise deve conter sais e minerais para conduzir eletricidade.
  2. Dois elétrodos imersos em água e conectados a uma fonte de energia aplicam uma corrente contínua.
  3. A dissociação de hidrogénio e oxigénio ocorre quando os elétrodos atraem para si os iões de carga oposta.
  4. Durante a eletrólise, ocorre uma reação de oxidação-redução devido ao efeito da eletricidade.

O hidrogénio é o elemento químico mais abundante da natureza. A sua procura a nível global triplicou desde 1975, conforme apontado pela AIE, chegando a 70 milhões de toneladas por ano em 2018. Além disso, é uma fonte de energia limpa que emite apenas vapor de água e não deixa resíduos no ar, ao contrário do carvão e óleo.

A relação do hidrogénio com a indústria é antiga. EsTe gás tem sido usado como combustível desde o início do século 19 para carros e aeronaves. A descarbonização da economia mundial, um processo que não pode ser adiado, vai dar-lhe mais destaque e, se a sua produção ficar 50% mais barata até 2030 como prevê o Conselho Mundial de Hidrogénio, estaremos sem dúvida perante um dos combustíveis do futuro.

Alguns dos seus aspetos positivos mais relevantes são:

  • 100% sustentável: o hidrogénio verde não emite gases poluentes nem durante a combustão nem durante o processo de produção.
  • Armazenável: o hidrogénio é fácil de armazenar, o que permite uma utilização posterior em outros usos e em momentos diferentes ao de sua produção.
  • Versátil: pode ser transformado em eletricidade ou combustíveis sintéticos e ser utilizado com finalidades domésticas, comerciais, industriais ou de mobilidade.
  • Transportável: esta energia pode ser misturada com o gás natural em até 20% e viajar pelos mesmos canais e infraestruturas do gás; o aumento desta percentagem exigiria modificar diferentes elementos das redes existentes de gás para torná-las compatíveis.

Precisa de mais informações?

Deixe-nos os seus dados de contacto e alguma informação sobre a solucao que procura.