POLÍTICA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

O Conselho de Administração da IBERDROLA, S.A. (a Empresa) tem atribuída a competência de aprovar e atualizar as políticas corporativas, que incluem, entre outras, as de riscos.

No âmbito da Política geral de controlo e gestão de riscos e da Política global de recursos humanos, aprovadas pelo Conselho de Administração da Empresa no seu interesse e no das sociedades integradas no grupo sendo a entidade dominante, no sentido definido pela lei, a Empresa (o Grupo) e consciente da importância fundamental de todos os aspetos relacionados com a segurança e saúde dos trabalhadores, e em congruência com os valores da Empresa, aprova a Política de Segurança e Saúde no Trabalho.

1. Finalidade

O Conselho de Administração da Empresa, reconhecendo a importância que têm os riscos para a segurança e saúde no trabalho, compromete-se a desenvolver as ações necessárias para proporcionar condições seguras e saudáveis para a prevenção de lesões e afeções da saúde relacionadas com o trabalho, apropriadas ao propósito, à dimensão e ao contexto da organização, bem como à natureza específica dos riscos para os trabalhadores da empresa e de outras empresas integradas no Grupo, bem como na sua área de influência, contribuindo assim para o cumprimento do terceiro e oitavo Objetivos de Desenvolvimento Sustentáve (ODS) aprovados pela Organizaçao das Nacões Unidas.

2. Princípios básicos de atuação

Para a consecução da finalidade referida, o Grupo assume e promove os seguintes princípios básicos que devem orientar todas as suas atividades:

  1. A qualidade, a produtividade e rentabilidade das suas atividades são tão importantes quanto a segurança e saúde das pessoas que intervêm na cadeia de valor. Todos eles são objetivos permanentes e fundamentais do Grupo.

  2. A segurança das pessoas deve sempre prevalecer. A prevenção de lesões e afeções da saúde relacionadas com o trabalho pode ser alcançada atribuindo-se para esse fim recursos e formação.

  3. A integração da segurança e saúde no trabalho em todos os processos de negócio é um princípio básico de eficácia, eficiência e responsabilidade coletiva.

3. Compromissos em matéria de segurança e saúde no trabalho

A finalidade e os princípios básicos do Grupo em matéria de segurança e saúde no trabalho traduzem-se nos seguintes compromissos assumidos pela gestão de topo e promovidos em todos os níveis organizacionais:

  1. Cumprimento ou superação dos requisitos legais e outros requisitos relacionados com a prevenção de riscos profissionais.

  2. Eliminação de perigos e redução de riscos para a segurança e saúde no trabalho.

  3. A integração de critérios de segurança e saúde no trabalho em todas as decisões, processos de negócios e métodos de trabalho, de tal forma que os membros da equipa diretiva, chefias intermédias, técnicos e outros profissionais assumam plenamente as suas responsabilidades.

  4. A melhoria contínua dos sistemas de gestão de segurança e saúde no trabalho.

  5. A consulta e participação, de todos os trabalhadores, na segurança e saúde no trabalho.

4. Instrumentos para a assunção e impulso dos compromissos em matéria de segurança e saúde no trabalho

Os compromissos do Grupo em matéria de segurança e saúde no trabalho são impulsionados através de:

  1. Uma estrutura organizativa e de responsabilidades claramente definidas, descentralizada e baseada no princípio da subsidiariedade.

  2. A Política de segurança e saúde no trabalho.

  3. O desenvolvimento e implementação de um sistema de padrões globais de segurança e saúde no trabalho que determine os níveis mínimos nesta matéria e que garanta a harmonização dos critérios aplicados em todas as empresas do Grupo.

  4. A obtenção e manutenção das certificações em matéria de segurança e saúde no trabalho de acordo com as normas internacionais mais exigentes.

  5. A dotação eficiente dos adequados recursos técnicos, económicos e humanos.

  6. A elaboração periódica de planos estratégicos concretos, que determinam as prioridades estratégicas e os assuntos chave em matéria de prevenção.

  7. O estabelecimento de objetivos concretos, indicativos, estimulantes e verificáveis em matéria de segurança e saúde no trabalho.

  8. O intercâmbio das melhores práticas em matéria de segurança e saúde no trabalho entre todas as empresas do Grupo.

  9. A formação, informação e treino permanentes a diretores, chefias intermédias e demais profissionais, de forma a fomentar os comportamentos seguros e consciencializá-los sobre o impacto do seu trabalho na segurança das pessoas, processos e instalações.

  10. A coordenação efetiva e a colaboração com fornecedores e prestadores de serviços, para que a segurança e saúde no trabalho esteja presente em todos os serviços e atividades realizadas nas instalações do Grupo.

  11. O estabelecimento de relações de colaboração com os diferentes serviços da Administração Pública, competentes em matéria de segurança e saúde no trabalho, com o intuito de ser uma referência positiva neste âmbito, onde o Grupo desenvolva a sua atividade.

  12. A participação em iniciativas internacionais, rattings e índices relacionados com a segurança e saúde no trabalho.

Tudo isto de forma a que os diferentes níveis da organização sejam conscientes da importância da segurança e saúde no trabalho, para o planeamento e posterior desenvolvimento das atividades, e que todos os trabalhadores contribuam com o seu trabalho diário para o cumprimento dos objetivos que se adotem neste âmbito.

23 de fevereiro de 2021